Login: Senha:


Histórico do Município de Oiapoque



style=Durante o período colonial, o município de Oiapoque era parte da Capitania do Cabo Norte. Nos primórdios do século XVI, europeus travaram lutas com portugueses e brasileiros, para estabelecer domínio territorial ao sul do rio Oiapoque – na época conhecido como Vicente Pinzón – e ao norte do rio Amazonas, para expandir os impérios colonizadores que cada grupo representava.

Os primitivos habitantes da região são antepassados dos povos Waiãpi, que ocupavam a extensão territorial do rio Oiapoque; dos Galibi e Palikur, concentrados no vale do rio Uaçá e seus afluentes. A palavra Oiapoque tem origem tupi-guarany, sendo uma derivação do termo “oiap-oca”, que significa “casa dos Waiãpi”.

O município de Oiapoque originou-se da morada de um mestiço, em data que não se pode precisar, de nome Emile Martinic, o primeiro habitante não-índio do município. Sabe-se que a localidade passou a ser conhecida como Martinica e, ainda hoje, não é raro ouvir essa designação, notadamente de habitantes mais antigos. 

Em 1907, o Gove o Federal criou o Primeiro Destacamento Militar do município, que servia de abrigo a presos políticos.  Alguns anos depois, esse destacamento foi transferido para Santo Antônio, atual distrito de Clevelândia do Norte, com a denominação de Colônia Militar. Para consolidar a soberania nacional sobre as áreas limítrofes, face ao contestado franco-brasileiro, foi, então, erguido um monumento à pátria, indicativo do marco inicial do território brasileiro.

 

SITUAÇÃO GEOGRÁFICA DO MUNICÍPIO

            O município de Oiapoque está localizado na parte mais setentrional do Estado do Amapá. Limita-se ao Norte com a Guiana Francesa, ao Sul com os municípios de Calçoene, Serra do Navio e Pedra Branca do Amapari. Ao Leste é banhado pelo Oceano Atlântico e a Oeste faz fronteira com o Município de Laranjal do Jari.

É composto por uma sede municipal, Oiapoque, e 3 distritos: Clevelândia do Norte (área de  destacamento militar do exército), Vila Velha (área de propriedades agro-extrativas) e Taperebá (área de apoio aos pescadores da costa marítima). Outras localidades se distribuem na área geográfica municipal: Ponte do Cassiporé (área de intercessão da BR-156 e o rio Cassiporé - importante ponto de apoio tanto para o tráfego rodoviário da BR-156, quanto para o fluvial, principalmente para os pecuaristas e agricultores da região), e outros povoados menores (indígenas) como: Manga, Santa Isabel, Espírito Santo, Açaizal, Urucaua e Kumarumã.  
 

Existe apenas uma via de ligação com a capital do Estado, Macapá: a BR-156, com aproximadamente 600 Km. Oiapoque é entrada e saída para a Europa, através da Guiana Francesa. O Município foi criado em 23 de maio de 1945, através da lei.7578.

 

O conteúdo desta página poderar ser alterado sem aviso prévio. Este Site sofre atualizações frequentemente.
Copyright © 1992 - 2011 Bytecap LTDA. Todos os direitos reservados